Home Arquivo de conteúdo A Cia KarmaCírculus Teatro se apresenta pela primeira vez em São João de Meriti
Arquivo de conteúdo - 28 de agosto de 2014

A Cia KarmaCírculus Teatro se apresenta pela primeira vez em São João de Meriti

A partir deste sábado (30/08/2014) a Baixada vira palco para a temporada de mais uma produção cultural independente no espaço Jardim Residência Artística, em São João de Meriti/RJ, às 20h30. A releitura do poema cênico de Camila Diehl é inspirado na história mitológica da primeira mulher do universo, Lilith, que teria sido criada da terra junto com Adão. Por tentar impor seu pensamento e querer igualar-se ao homem, foi expulsa do Paraíso por Deus e acabou encontrando abrigo junto aos demônios no mundo inferior. Lilith foi a primeira montagem do Teatro da Transcendência no ano de 2004, tendo sido interpretada pela atriz, diretora e dramaturga Camila Diehl. Dez anos depois a KarmaCírculus Teatro traz essa figura polêmica de volta aos palcos, sendo interpretada desta vez por um homem, o ator, diretor e produtor Átila Bezerra.
Conectada com a natureza e os quatro elementos, Lilith traz à cena a assustadora inocência de seus instintos. Fúria, revolta, medos e desejos. Uma atmosfera pesada, sufocante e demoníaca. Envolta por aromas afrodisíacos e pela neblina, a personagem seduz o espectador, convidando-o a mergulhar na sua beleza e no seu inferno.
A temporada vai até setembro, sempre aos sábados (30/08 – 06/09 – 13/09), com entrada franca e a lotação é de 70 pessoas. O Jardim Residência Artística fica na Rua Estanho, Lote 17, Quadra 45, Bairro Parque Alian – São João de Meriti.

 

–> Sobre o Projeto Lilith 2014
A Cia. Teatro da Transcendência foi fundada em 2004, na cidade do Rio de Janeiro, pela dramaturga, diretora e atriz Camila Diehl. Em 2010 a companhia se transferiu para Porto Alegre e, desde então, atua no cenário artístico gaúcho. Voltada exclusivamente para a construção de um repertório original, a companhia se caracteriza pela escrita poética, valorização do trabalho do intérprete, além da musicalidade e corporalidade presentes na encenação. As montagens seguem uma linha mítica-espiritual e buscam transcender a temática do cotidiano, explorando as múltiplas capacidades do corpo, voz e psiquismo do ator.
Transformando técnicas terapêuticas em instrumentos de composição teatral, a companhia desenvolve seus processos criativos a partir de vigorosos treinamentos físicos, exercícios de respiração, yoga, meditação e alinhamento energético. Seguem-se exercícios vocais e rítmicos, improvisações e estudos teóricos ligados aos temas dos espetáculos. Mitos e símbolos representam preciosas fontes de
inspiração para a companhia, que se utiliza também dos conhecimentos da psicanálise, filosofia, religião, ocultismo, literatura e todos os tipos de artes, para construir uma linguagem cênica específica, a essência do Teatro Transcendental.
O objetivo último da Cia. Teatro da Transcendência é representado por sua terminologia: do latim transcendentia – escalada de um muro, a palavra transcendência define algo que vai além de seus limites, que supera o sujeito para fora dele, ou ainda, que supõe a intervenção de um princípio que lhe é superior.
Quando aplicado ao teatro, à cena, o termo sugere a instauração de uma atmosfera mística, de vibrações sutis, que fogem à racionalidade. É desta forma que a transcendência, almejada pela companhia, se manifesta, sobretudo, na figura central do ator. Para que a cena transcenda é preciso que o ator se disponha a ser o agente desta transformação, ultrapassando suas próprias fronteiras, seus preconceitos e acomodações. A partir daí, cria-se a possibilidade de encontrar um ponto além do conhecido, da lógica comum, em que o representar assume nuances muito mais profundas, sustentado pelo compromisso com a verdade interior.
A KarmaCírculus Teatro nasce no Rio de Janeiro como sendo o braço direito do Teatro da Transcendência, desenvolvendo um trabalho com propósito semelhante, prezando por textos de novos autores da cena dramatúrgica brasileira e priorizando em seus espetáculos, repertório musical totalmente autoral, seja cantado ou instrumental. Na estreia, homenageia os 10 anos do Teatro da Transcendência remontando um dos seus maiores sucessos: Lilith – Poema cênico de Camila Diehl.
Na nova montagem, Lilith ganha vida através do ator Átila Bezerra, que também dirige e produz o espetáculo. A grande viagem ao mundo de Lilith inicia-se seguindo o que tem se tornado uma tendência nos últimos anos na cena carioca: A escolha por espaços cênicos diferentes dos tradicionais palcos italianos. Átila Bezerra abre as portas de sua residência e faz do seu jardim o palco para Lilith, tornando o espetáculo muito mais próximo do real e fazendo com que o público sinta-se mergulhado no universo sedutor e infernal da protagonista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Teatro Sesi Caxias apresenta versão de “Frozen – Um musical Congelante”

A magia da história de um reino gelado onde as princesas Elsa e Anna perdem seus laços fam…