Home Belford Roxo Belford Roxo: Município está há mais de duas semanas sem coleta de lixo
Belford Roxo - Notícias - 8 de novembro de 2012

Belford Roxo: Município está há mais de duas semanas sem coleta de lixo

O município de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, com 469 mil habitantes, está há mais de duas semanas sem coleta de lixo domiciliar, devido a um desentendimento entre a prefeitura e a Locanty, empresa responsável pelo serviço. Em nota divulgada nesta quarta-feira (7), a prefeitura informou que a empresa está impedida de prestar serviços a órgãos públicos, por causa de irregularidades burocráticas. Com a suspensão da coleta, 16 mil toneladas de lixo, em média, deixam de ser recolhidas diariamente.

 

A prefeitura ainda informou que está fazendo uma licitação, para contratação de outra empresa. O município também disponibilizou 40 veículos e 200 garis, em caráter emergencial, para normalizar a coleta. O presidente da Associação de Moradores do Bairro das Graças, Carlos Freitas, avalia, no entanto, que o trabalho não vem atendendo às necessidades da população.

 

“Nós entendemos que os trabalhadores estão aqui de maneira provisória, mas de qualquer forma, é um descaso com a população. Em cada esquina, tem um monte de lixo, que atrai todo tipo de animais. As crianças brincam nas ruas todo dia e estão sujeitas a pegar muitas doenças”, disse. Nesta quarta, os moradores protestaram pichando o prédio da prefeitura e depositando o lixo a poucos metros do local.

 

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) protocolou, nesta quarta-feira (7), petição na 1ª Vara Cível de Belford Roxo requerendo que a empresa Locanty Serviços Ltda seja proibida de paralisar os serviços de coleta de lixo e de limpeza urbana em Belford Roxo. O promotor de Justiça Sandro Fernandes Machado entendeu que, diante da situação caótica do município, a Locanty deve prestar os serviços até que a prefeitura realize nova licitação para contratação de outra empresa.

 

Caso a Justiça entenda que a Locanty não tem condições de desempenhar adequadamente os serviços, o promotor solicita que a Prefeitura assuma provisoriamente os bens móveis (caminhões) e pessoal da empresa e faça a limpeza e a coleta de lixo, conforme prevê a Lei 8.666/93.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Artista plástico Paullo Ramos morre aos 70 anos

Morreu na madrugada de segunda-feira (6) o artista Plástico Paullo Ramos. Paullo Lutava co…