Home Belford Roxo Carnaval 2012: Confira o Samba – enredo das escolas que vão representar a Baixada na Sapucaí
Belford Roxo - Duque de Caxias - Nilópolis - Notícias - 17 de fevereiro de 2012

Carnaval 2012: Confira o Samba – enredo das escolas que vão representar a Baixada na Sapucaí


ACADÊMICOS DA GRANDE RIO – “EU ACREDITO EM VOCÊ, E VOCÊ”

 

A luz que vem do céu
Brilhou no meu olhar
Trazendo a esperança
Que os anjos vêm anunciar
Lutar sem desistir
Das cinzas renascer
Eu encontrei na fé
A força pra vencer
A felicidade mandou avisar
É preciso superar

Derrubar o “gigante” eu vou
É lição de coragem e amor
Eu sou “guerreiro do bem” vou caminhar
A minha história vai te emocionar

A arte de viver…
É aprender no dia a dia
Usando a imaginação
Ao som da melodia
Posso enxergar…
Sei que meu coração vai me guiar
Eu sigo em frente sem desanimar
Faço da vida um grande “festival”
Acreditar que pra sonhar não há limitações
A “roda gira” e traz a solução
Me dê a sua mão por liberdade
Sou brasileiro mandei a tristeza embora
Eu “tô” sentindo que chegou a nossa hora

Quem me viu chorar… Vai me ver sorrir
Eu acredito em você… Pro desafio
E abro meu coração, cantando a minha emoção
Superação é o carnaval da Grande Rio

 

 

G.R.E.S  BEIJA-FLOR DE NILÓPOLIS –  ” SÃO LUÍS: O POEMA ENCANTADO DO MARANHÃO”

 

Tem magia em cada palmeira que brota em seu chão
O homem nativo da terra
Resiste em bravura
A dor da invasão
Do mar vêm três coroas
Irmao seu olhar mareja
No balanço da maré
A maldade não tem fé sangrando os mares
Mensageiro da dor
Liberdade roubou dos meus lugares
Rompendo grilhões, em busca da paz
A força dos meus ancestrais

NA casa nagô a luz de Xangô Axé
Mina Jêje um ritual de fé
Chegou de Daomé, chegou de Abeokutá
Toda magia do vodun e do orixá

Ê rainha o bumba-meu-boi vem de lá
Eu quero ver o cazumbá, sem a serpente acordar
Hoje a minha lágrima transborda todo mar
Fonte que a saudade não secou
Ó Ana assombração na carruagem
Os casarões são a imagem
Da história que o tempo guardou
No rádio o reggae do bom
Marrom é o tom da canção
NA terra da encantaria a arte do gênio João

Meu São Luís do Maranhão
Poema encantado de amor
Onde canta o sabiá
Hoje canta a Beija-Flor

 

 

INOCENTES DE BELFORD ROXO – “Corumbá – Ópera Tupi Guaikuru”

 

“Sou guerreiro, brasileiro
A terra é o meu sagrado chão
Conto a minha história,
A trajetória, lenda em forma de canção
“Raíra” da fonte da vida
Cidade ungida na transformação
Nas cinzas da ambição caramujeiro a lutar
A guerra sangrou o meu coração
Para a paz acalentar

Chora viola e me faz lembrar
Os brasis do meu brasil
É a força de um povo que vai se mostrar
Nesse acorde tão sutil

Vem vem lavar a imagem na festa de são joão
O sagrado e o profano, juntos nessa tradição
Venho da fronteira, mulato, mestiço
Desse chão que me abraçou
Sinto uma brisa no ar,
O berrante a tocar e o sol a se por
E na cidade do amor
O teu branco me torna um real sonhador
Um hino ao meu pantanal
Destino que vai desaguar
Vale a pena preservar

Meu coração vai bater mais forte por que
A Inocentes chegou pra brilhar
Por esse amor que me faz viver
Um índio tupi… Eu sou Corumbá!”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Artista plástico Paullo Ramos morre aos 70 anos

Morreu na madrugada de segunda-feira (06/04/2020) o artista Plástico Paullo Ramos. Paullo …