Home Duque de Caxias Educação reúne monitores e oficineiros no Raul Cortez
Duque de Caxias - Notícias - 2 de março de 2012

Educação reúne monitores e oficineiros no Raul Cortez

Com mais de 400 monitores e oficineiros que trabalham nos programas Mais Escolas e Escola Aberta da Secretaria Municipal de Educação de Duque de Caxias (SME) se reuniram no Teatro Raul Cortez nesta sexta-feira, 2 de março, para mais uma etapa da formação continuada. A iniciativa, que conta com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), teve como palestrante o professor Flávio Bomfim, da Equipe de Leitura da SME, que abordou os temas com muito humor e descontração. O evento contou com a presença dos secretários de Educação, professora Roberta Barreto, e de Esporte e Lazer, Pedro Paulo Noyma, ocorreu em clima de reflexão sobre o trabalho realizado nas escolas. 

 

Roberta aproveitou o encontro para anunciar a ampliação dos dois programas realizados nas escolas municipais, em agosto próximo. Roberta cumprimentou os presentes e disse que a ampliação das iniciativas será possível graças ao empenho e à garra dos monitores. Ela disse que o Programa Escola Aberta, que era realizado em 17 escolas, passará a funcionar em 110 unidades. Já o Programa Mais Escola, que envolvia 110 unidades, será ampliado para 126. “Este é um prêmio para todos nós, pois iremos expandir também o número de monitores e oficineiros”, destacou a secretária.

 

O evento serviu, também, para a comemoração do aniversário da professora Martha Valéria, coordenadora do Departamento de Projetos Pedagógicos (DPPE), e dos monitores Gabriela Casemiro, da Escola Municipal Eulina Pinto de Barros, e Gustavo Silveira, da E. M. Motta Sobrinho, que receberam flores e foram bastante aplaudidos pelos colegas.

 

A coordenadora do Mais Escola na E. M. Jayme Fachimam, Rosana Ormundes, disse que ficou muito satisfeita com o encontro. Ela contou que decidiu comparecer para apoiar os monitores, reforçando o empenho e a garra da equipe. Outro que considerou o encontro muito positivo foi Lenadro Nunes de Souza, que atua no Programa Escola Aberta do Ciep 330 e da E. Jardim Anhangá. “Os jovens do terceiro distrito não tinham como participar de atividades físicas e culturais, mas o Escola Aberta descortinou um leque muito grande oportunidades para eles e a comunidade”, destacou Leandro.

 

A secretária Roberta Barreto destacou o empenho do prefeito Zito com uma educação pública de qualidade. Ela lembrou que ao assumir pela primeira vez, o prefeito encontrou a cidade com apenas 57 unidades de ensino, todas em péssimo estado. “Hoje, nossa cidade conta com 174 escolas municipais, onde estudam mais de 80 mil alunos, da educação infantil ao ensino técnico oferecido pela FUNDEC”, observou Roberta, acrescentando que a preocupação do governo Zito com a melhoria de vida dos cidadãos não para. “Em breve, teremos uma unidade do Colégio Pedro II, no Centenário, e nosso Campus Universitário Duque de Caxias, em Santa Cruz da Serra, que está em fase final de construção”, concluiu.

 

O secretário Pedro Paulo Noyma destacou a importância dos dois programas para a prática de esportes pelos jovens. “Nenhum outro governo criou tantos equipamentos quanto este. Nossa meta é implantar vilas olímpicas nos quatro distritos, criando oportunidades esportivas para a juventude. Nosso governo criou o melhor planejamento educacional desta cidade nos últimos 20 anos”, afirmou, ressaltando que Zito tem por norma tratar a população com ética e seriedade.

 

A cerimônia foi encerrada com sorteio de brindes para os participantes, que ganharam peças como torradeiras, cafeteiras, panelas de pressão e liquidificadores, entre outros. Logo após, todos posaram para uma fotografia que vai ilustrar a galeria da SME.

 

O Programa Escola Aberta é uma parceria entre o Governo Federal e a Prefeitura, que abre as escolas nos finais de semana para alunos e suas comunidades. A população participa de atividades diversas e oficinas de geração de renda. Já o Programa Mais Escola é uma iniciativa da Prefeitura de Duque de Caxias, que mantêm os alunos nas unidades por até sete horas, em atividades extraturno, suprindo também suas necessidades alimentares com lanche e refeições.

 

Nas escolas, monitores e oficineiros trabalham em regime de voluntariado. Eles são universitários ou já concluíram a formação acadêmica e também são moradores das áreas do entorno das escolas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Artista plástico Paullo Ramos morre aos 70 anos

Morreu na madrugada de segunda-feira (06/04/2020) o artista Plástico Paullo Ramos. Paullo …