Home Duque de Caxias Feira de Economia Popular é sucesso em Duque de Caxias
Duque de Caxias - Notícias - 13 de julho de 2012

Feira de Economia Popular é sucesso em Duque de Caxias

A primeira Feira de Economia Popular, promovida pelo Fórum Municipal de Economia Solidária, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento de Duque de Caxias, já é considerada um sucesso pelos participantes e pelos moradores da cidade. Inaugurada nesta sexta-feira, 13 de julho, a feira, que será montada na segunda sexta-feira de cada mês na Praça Roberto Silveira, foi elogiada pela população que pode adquirir produtos artesanais e produzidos pelos pequenos agricultores da zona rural do município. Para o secretário Samuel Maia, o projeto coroa o relacionamento do poder público com as classes produtoras humildes e a consumidora. 

A feira vai funcionar das 9h às 17h e oferecer produtos artesanais e da agricultura familiar. Alguns dos pequenos produtores rurais participam também da Feira Caxias Rural que completou um ano em junho. Entre os primeiros plantadores participantes da feira de Economia Popular, Tânia Alves Stofeles elogiou a iniciativa do Fórum e da Prefeitura de abraçar o projeto.

“É o espaço que estávamos precisando para sair das mãos dos atravessadores. Também participo da Feira do Caxias Shopping onde vendo todos os produtos. Ela, que levou o filho Marcos Paulo, de 13 anos, disse ainda que ficou feliz ao encontrar fregueses do shopping. Meu filho Marquinhos está tomando gosto pela roça e isso me deixa muito satisfeita”, disse a produtora rural.

Outro plantador do assentamento Terra Prometida, em Piranema, Severino da Silva, também participa da feira realizada no primeiro domingo de cada mês, das 12h às 18h, no Caxias Shopping. “Consigo vender tudo que levo e tenho muitos fregueses fiéis”, declarou. 

O projeto está sendo utilizado também para incentivar o Banco Comunitário de Saracuruna que estimula a geração de renda e o desenvolvimento econômico do segundo distrito. Lançado no ano passado, o banco comunitário usa a moeda Saracura, aceita em quase todos os estabelecimentos comerciais que também oferecem descontos aos portadores da moeda.

O Fórum de Economia Solidária divulga ainda projetos que deram certo como o de reciclagem de óleo de cozinha, produto que pode ser reutilizável para produção de sabão em barra, pasta ou líquido. O projeto Reciclóleo além de ajudar a preservar o meio ambiente ajuda famílias de poucos recursos na geração de renda, beneficiando mulheres de comunidades do distrito de Campos Elíseos.

O projeto tem por objetivo criar cooperativas voltadas para o reaproveitamento do produto que muitas vezes é jogado nos esgotos ou descartado na natureza contaminando o lençol freático, além de causar a morte de peixes se jogado nos rios e canais. O projeto conta com dos pontos de coleta na Paróquia São Sebastião, no bairro Gramacho, e no Ciep 035, Henrique Teixeira Lott, na curva do “S”, em Jardim Primavera. O telefone para doação é: 2773-3309.

Os pequenos agricultores cultivam entre outros produtos sem agrotóxico: abóbora, aipim, vagem, batata cenoura, batata doce, inhame rosa e paulista, cará, banana, cana-de-açúcar, gengibre e variedades de feijão. Nas barracas de artesanato foram expostos produtos como bijuterias, crochê, pintura em tecido e flores feitas com materiais recicláveis e de palha..

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Artista plástico Paullo Ramos morre aos 70 anos

Morreu na madrugada de segunda-feira (06/04/2020) o artista Plástico Paullo Ramos. Paullo …