Home Notícias Alta sensibilidade nos dentes tem tratamento
Notícias - Saúde e Bem-estar - 19 de março de 2013

Alta sensibilidade nos dentes tem tratamento

sorrisoEstudo desenvolvido na Universidade de Washington, nos Estados Unidos, aponta que uma em cada oito pessoas tem dentes sensíveis. Isto quer dizer que bebidas ou alimentos quentes, gelados, adocicados ou ácidos desencadeiam uma dor nos dentes que mais se parece com um ‘choque’. “Isso não quer dizer que elas vivam permanentemente com dor, mas passam por episódios que podem durar semanas, devendo identificar e evitar aquilo que dispara os episódios de dor”, diz a coordenadora do estudo, a doutora Joana Cunha-Cruz.

 

Na opinião do doutor Artur Cerri, diretor da Escola de Aperfeiçoamento Profissional (EAP) da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas (APCD), muitas pessoas que têm alta sensibilidade nos dentes acabam se ‘acostumando’ com a dor por desconhecer que o problema pode ser tratado. “Os mais sensíveis sentem incômodo até mesmo quando escovam os dentes ou usam o fio dental. Muitas pessoas ignoram essa sensibilidade desagradável porque ela não é contínua – aparecendo somente quando estimulada. Mas essa queixa relativamente comum pode ser resolvida”.

 

Cerri afirma que o primeiro passo para identificar a origem da dor é examinar a causa do problema. “A principal causa está relacionada ao desgaste do esmalte dos dentes. Ao perder essa proteção, o calor, o frio e a acidez dos alimentos acabam entrando em contato com as células nervosas dos dentes através da dentina e provocando dor”.

 

O tratamento geralmente tem início com a indicação de bochechos diários com flúor. Mas o especialista revela que esse tipo de abordagem pode demorar até apresentar resultados favoráveis. “O ideal é que, além de fazer uso de flúor para reduzir a sensibilidade dos dentes, a pessoa se submeta a outros tratamentos, como aplicações de flúor em gel a cada seis meses para fortalecer o esmalte ou, ainda, nos casos mais severos, o uso de um selante especial para ‘blindar’ a raiz do dente”.

 

O diretor da EAP aponta sete dicas para reduzir a sensibilidade dos dentes e evitar os episódios de dor:

 

1)      Utilize escovas com cerdas macias e pontas arredondadas. A escovação deve seguir sempre um movimento circular e suave. Nunca horizontal e com muita pressão. Vale lembrar que é importante usar fio ou fita dental sempre antes da escovação;

 

2)      Evite cremes dentais clareadores e, se possível, prefira os desenvolvidos especificamente para controlar a sensibilidade dos dentes. Além disso, só use enxaguatórios bucais com prescrição de um cirurgião-dentista;

 

3)      Fuja das soluções caseiras à base de bicarbonato de sódio. Hoje, há produtos específicos para atenuar a dor e que podem se encontrados em farmácias. Converse com seu cirurgião-dentista sobre isso;

 

4)      Evite tratamentos clareadores sem indicação do cirurgião-dentista. Alguns clareadores, quando usados de forma incorreta, podem provocar feridas na boca;

 

5)      Consulte seu cirurgião-dentista sobre os benefícios da aplicação de flúor em gel, principalmente nas fases de dor aguda;

 

6)      Evite sucos de frutas ácidas, como laranja, limão e abacaxi.  A acidez pode agravar o problema da sensibilidade. Nesse sentido, evite também usar vinagre para temperar a salada;

 

7)      Mesmo nas fases mais críticas, escove bem os dentes – ao menos duas vezes por dia – e visite seu cirurgião-dentista a cada seis meses.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Artista plástico Paullo Ramos morre aos 70 anos

Morreu na madrugada de segunda-feira (06/04/2020) o artista Plástico Paullo Ramos. Paullo …