Home Agenda Cultural Baque da Mata leva oficina gratuita de maracatu à III Mostra de Arte das Favelas nesta quinta
Agenda Cultural - Notícias - Rio - Shows e Eventos - 10 de julho de 2013

Baque da Mata leva oficina gratuita de maracatu à III Mostra de Arte das Favelas nesta quinta

baque da mata2_crédito Carol RodriguesAo som de muito maracatu, o grupo Baque da Mata leva sua Oficina de percussão até à Arena Carioca Jovelina Pérola Negra nesta quinta-feira (11/07) e promete espantar o clima do inverno rufando seus tambores, a partir das 17h, durante a Mostra de Arte das Favelas – na Pavuna. O evento já está em sua terceira edição e busca desdobrar questões, bem como convidar e abrir espaço para artistas locais valorizando o que é produzido fora dos espaços convencionais.
As atividades mesclarão uma breve apresentação teórica e intervenções práticas visando proporcionar o contato com a cultura popular do Maracatu, através de conceitos básicos do ritmo, disponibilizando instrumentos e técnicas de percussão como gonguê, alfaia, ganzá e agogô.
O primeiro grupo de Maracatu da Baixada Fluminense reúne, desde 2011, amigos e percussionistas apaixonados pelo ritmo para difundir a cultura regional brasileira aliando arte às questões sociais e ambientais da região. Como a maioria das manifestações populares do país, é uma grande mistura das culturas africanas, indígenas e europeias. A batida, ou ”baque”, surgiu inicialmente de forma despretensiosa para o grupo de Nova Iguaçu. Após mergulhos em estudos e pesquisas do maracatu de baque virado de Recife, a frequência de encontros e o aumento do número de interessados em aprender instrumentos como agbê, caixa, xequerê e alfaia, surgiram as oficinas livres. Inicialmente realizadas em local fixo, na Casa de Cultura de Nova Iguaçu, agora também adotam modelos itinerantes em praças públicas e bairros próximos ao Centro da cidade, somando ainda mais adeptos durante os ensaios e oficinas realizadas paralelamente na quadra da Escola de Samba Leão de Iguaçu – sempre às quintas, a partir das 19h.
Além do Maracatu, o grupo estuda e permeia por diferentes ritmos e danças brasileiras como o Coco, a Ciranda e o Afoxé. Apresentações, cortejos, ensaios abertos e demais intervenções artísticas também fazem parte das atividades do Coletivo. Desde de setembro de 2012, as oficinas gratuitas e abertas transformam as ruas e demais espaços públicos em pontos de resistência cultural brasileira na cidade.
Nesta edição o projeto estará polarizado em três lugares: Pavuna (11/07), Santa Cruz (14/07) e Lapa (20/07) – contando com diferentes segmentos artísticos a cada dia, como cinema, teatro, poesia, música, oficina de maracatu e fotografia.
Serviço:
Oficina de Maracatu com Baque da Mata
Data: 11/07 (QUI)
Hora: 17h
Local: Arena Carioca Jovelina Pérola Negra
Endereço: Praça Ênio, s/nº – Pavuna.
Telefone: 2886-3886
Entrada Franca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Artista plástico Paullo Ramos morre aos 70 anos

Morreu na madrugada de segunda-feira (06/04/2020) o artista Plástico Paullo Ramos. Paullo …