Home Notícias Automóveis e Cia Chuva forte e enchente? Saiba o que fazer com o veículo para não ter prejuízo
Automóveis e Cia - Brasil e Mundo - Notícias - 19 de fevereiro de 2013

Chuva forte e enchente? Saiba o que fazer com o veículo para não ter prejuízo

Moradores dos grandes centros urbanos são vítimas recorrentes dos temporais e enchentes que chegam com o verão. Além de ameaçarem a segurança dos ocupantes do automóvel, as enchentes podem estragar o veículo e trazer inúmeros prejuízos para o motorista. Apesar disso, alguns procedimentos e atitudes são capazes de minimizar o problema e auxiliam o segurado no momento de solicitar a ajuda do seguro.

“A principal orientação é garantir a segurança dos ocupantes do veículo, evitando locais que costumam encher de água durante as fortes chuvas. Caso não seja possível, a postura da seguradora é sempre apoiar o cliente, orientando-o durante a ocorrência, por meio do call center, e, após, com os serviços especializados das oficinas credenciadas”, afirma Jabis Alexandre, diretor de Automóvel do Grupo BB e MAPFRE.

 

O que você precisa saber sobre enchentes e seguro:

  • ·         Se você perceber que o volume de água está aumentando, mantenha a calma e procure locais mais altos, como calçadas e ladeiras
  • ·         Atenção: se o nível da água ultrapassar a metade da altura da roda, o carro já corre o risco de sofrer panes mecânicas
  • ·         Se não for possível desviar enquanto o volume da água subir, mantenha a calma, evite utilizar o freio e dirija em velocidade baixa e constante. Essa atitude pode evitar a formação de ondas e entrada de água pelo escapamento
  • ·         Diante de uma situação crítica, acione o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) da seguradora e explique o cenário para que a empresa forneça as orientações necessárias para o momento.
    • ·         O trânsito parou? Mantenha distância de aproximadamente cinco metros dos carros da frente e dos lados, evitando assim que as ondas provocadas pelos outros veículos atinjam o seu
  • ·         O ar-condicionado pode aumentar as chances de calço hidráulico. Se possível, desligue o acessório.
  • ·         Se o carro morreu no meio da enchente não tente dar a partida. A ação comprometerá ainda mais o motor, resultando até em sua perda
  • ·         Se não teve escapatória e o veículo passou pela inundação, a dica é procurar a seguradora. A avaliação do perito é gratuita e não reduz o bônus do contrato. Além disso, o check-up do automóvel pode evitar prejuízos posteriores
  • ·         Desde 2004, a Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão que fiscaliza as operações de seguro, determinou que todos os planos se responsabilizem também por submersão total ou parcial do veículo em água doce, inclusive se ele estiver guardado no subsolo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Artista plástico Paullo Ramos morre aos 70 anos

Morreu na madrugada de segunda-feira (06/04/2020) o artista Plástico Paullo Ramos. Paullo …