Home Arquivo de conteúdo Não a Impunidade. Todos contra a violência no trânsito.
Arquivo de conteúdo - Cidadania - Notícias - 20 de outubro de 2011

Não a Impunidade. Todos contra a violência no trânsito.

TODOS NA LUTA CONTRA A VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO

Todos os dias vemos acidentes de trânsito fatais no Brasil. Várias pessoas tem suas vidas interrompidas brutalmente, deixam a saudade no lugar delas no seio de suas famílias, e na justiça, lá está “alguém” que não queremos ver mais. A IMPUNIDADE! Vamos lutar para que a justiça seja feita e aplicada com mais rigor para as pessoas que matam no trânsito, seja por embriaguez ou por excesso de velocidade e independentemente de seu status social, pois o rico que atropela alguém com um porsche por excesso de velocidade ou embriaguez deve ser preso da mesma forma que um pobre dirigindo um fusca. Nada de pagar R$ 100 mil Reais de fiança e ficar solto por aí para não aprender a lição e fazer novas vítimas, porque uma vida NÃO TEM PREÇO! As lágrimas das famílias que perdem alguém desta forma é de valor inestimável.

Há um site, onde podemos cadastrar nossas assinaturas com a finalidade de fazer uma petição pública, para mudanças na lei e para que a justiça aja com mais rigidez nos casos de violência no trânsito.

Vamos nos mobilizar para que a Justiça seja feita!  É por mim, por você, por nossos filhos, pelas pessoas que amamos e uma forma de fazer justiça por tantas outras que se foram ou já perderam alguém desta maneira! Afinal, ninguém está livre de sair de casa e se encontrar nesta situação.

 

http://www.nãofoiacidente.com.br

 

Acesse, cadastre-se, mobilize-se. Faça você também parte disto. Todos nós podemos mostrar nossa indignação e fazer a diferença. Eu já fiz!

4 Comentários

  1. Nós temos a obrigação de divulgar isso, e, cobrar das autoridades, uma mudança nas leis de
    trânsito, para que acabe com a violência no trânsito.

  2. A Lei deve ser modificada.1.aumentar a pena para de 5 a10anos, quem dirigir alcoolizado, mais multa;2.perda da CARTA DE MOTORISTA ,(quando houver vítimas), até o julgamento final, se condenado, perda definitiva, 3. Se o autor penalizado for funcionário público, ou pertencer a qualquer poder da união, estado ou município, a pena deve ser acrescida de um terço.

  3. perdí por acidente de trãnsito meu esposo no dia 05.09.2000,o qual o motorista continua impune,na época ficaram órfãos duas crianças menores,e eu até hoje não entendo porque as lei de trãnsito não são cumpridas,pois para mim são crimes como qualquer outro,e não tenho mais nem se quer condição de assistir uma reportagem do tipo.IRANI. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Artista plástico Paullo Ramos morre aos 70 anos

Morreu na madrugada de segunda-feira (06/04/2020) o artista Plástico Paullo Ramos. Paullo …