Home Agenda Cultural SESC Nova Iguaçu Apresenta ” A peça do casamento”
Agenda Cultural - Notícias - Nova Iguaçu - Teatro e dança - 3 de dezembro de 2012

SESC Nova Iguaçu Apresenta ” A peça do casamento”

Gillian é surpreendida por Jack que diz que vai deixá-la após 30 anos de casados. A novidade dá início a um duelo conjugal em que velhas feridas são reabertas e infidelidades, ressuscitadas. Este é o enredo da comédia “A peça de casamento”, que será encenada nos dias 7 e 8 de dezembro, às 20h30, no Sesc Nova Iguaçu. No elenco estão os atores Guida Vianna e Dudu Sandroni. A direção é de Pedro Brício. A entrada custa R$ 3 para associados do Sesc Rio e R$ 12 para o público geral.

 

Escrita em 1987, pelo mais célebre dramaturgo norte-americano vivo, Edward Albee, o mesmo de “Quem tem medo de Virginia Woolf?”, a “A peça do casamento” é montada pela primeira vez no Brasil. Com este texto, ele amplia sua lente para dissecar o relacionamento de um casal maduro. Na história, depois de receber de Jack o anúncio da separação, Gillian não reage como o marido esperava, pois está ocupada lendo o diário que escreve sobre a vida sexual do casal. Ele, então, sai e volta, repetindo a cena anterior mais duas vezes.

 

Dessa forma, Albee situa o espetáculo dentro de um espetáculo, mostrando o caráter teatral do casamento, e acentua o fato de que o espectador está assistindo à história de um casal afetado e melodramático. O resultado é um diálogo simples, mas também cômico, patético, irônico, melancólico e trágico. “A peça do casamento”, que estreou no Festival de Teatro de Curitiba em abril deste ano, tem tradução de Marcos Ribas de Faria, cenário de Aurora dos Campos, figurino de Rita Murtinho, trilha sonora de Lucas Marcier e direção de produção de Maria Siman.

 

Pedro Brício (diretor)

Diretor, ator e premiado dramaturgo da nova geração, Pedro Brício ganhou o Shell 2005 de melhor autor por “A Incrível Confeitaria do Senhor Pellica” e o Prêmio Contigo 2009 também de melhor autor por “Cine – Teatro limite”. Assinou a direção de “Fim de partida”, de Samuel Beckett; “Acqua Toffana”, de Patícia Melo; “O caderno rosa de Lori Lamby”, de Hilda Hilst, “Modéstia”, de Rafael Spregelburd, entre outras. Como ator, foi dirigido por Felipe Hirsch, Enrique Diaz, Christiane Jatahy, Ana Kfouri, Gilberto Gawronski, Bia Lessa e João Falcão.

 

Guida Vianna (atriz)

Ganhadora do Shell 2004 de melhor atriz por “Nada de pânico”, Guida Vianna coleciona indicações aos principais prêmios nacionais desde o início de sua carreira no teatro, nos anos 80. Guida atuou em sete novelas, quatro minisséries, na TV Globo, e sete filmes. Entre as peças das quais participou como atriz e diretora-assistente, estão “Dona Otília e outras histórias”, “Gloriosa”, “Fim de jogo”, “A mulher desiludida”, “Duas x Pinter”, “Mais perto”, “Gata em teto de zinco quente”, “Roberto Zucco”, “Torre de Babel”, “La ronde”, “Lamartine para inglêz ver”, “As you like it”, “Poleiro dos anjos” e “Ato cultural”, sob direção de diretores importantes como Ítalo Rossi, Ulysses Cruz, Hector Babenco, Moacyr Góes, Gabriel Villela, Aderbal Freire-Filho, Naum Alves de Souza, Gilberto Gawronski, Pedro Brício, Enrique Diaz e Buza Ferraz.

 

Dudu Sandroni (ator)

Em 25 anos de carreira, Dudu Sandroni fundou o Grupo Fodidos Privilegiados, dirigido por Antonio Abujamra e foi coordenador artístico do Centro de Demolição e Construção do Espetáculo, dirigido por Aderbal Freire-Filho. Recebeu o Prêmio Mambembe 1988 de melhor diretor e o Mambembe 1998 de personalidade, e o Prêmio CBTIJ 2005 de melhor diretor. Em 2007, produziu e dirigiu “Rasga coração”, de Oduvaldo Vianna Filho, que lhe valeu a indicação ao Prêmio Shell e Contigo de melhor diretor daquele ano. Em 2009, dirigiu “Linha reta linha curva”, de Machado de Assis, no casarão do Instituto Cultural Austregésilo de Athayde, onde morou seu avô (Austregésilo de Athayde). Como ator, participou, entre outros, dos musicais “A noviça rebelde”, “Gypsy” e “Um violinista no telhado”, da dupla Möeller e Botelho, e de “A ratoeira”, dirigido por João Fonseca.

 

Ficha técnica

Texto: Edward Albee

Tradução: Marcos Ribas de Farias

Elenco: Guida Vianna e Dudu Sandroni

Direção: Pedro Brício

Direção de produção: Maria Siman

Diretor assistente: Alcemar Vieira

Cenário: Aurora dos Campos

Desenho de Luz: Tomás Ribas

Figurinos: Rita Murtinho

Trilha sonora: Lucas Marcier e Fabiano Krieger

Preparação corporal: Andrea Jabor

Projeções em vídeo: Dudu Chamon

 

Serviço

Sesc Nova Iguaçu: Rua Dom Adriano Hipólito, 10. Tel.: 2797-3001

Dias 7 e 8/12/2012

20h30

Ingressos: R$ 3 (associados SESC Rio), R$ 6 (estudantes, jovens de até 21 anos e maiores de 60 anos) e R$ 12 (inteira)

Classificação etária: 12 anos

Duração: 80 minutos

Capacidade: 384 lugares

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Artista plástico Paullo Ramos morre aos 70 anos

Morreu na madrugada de segunda-feira (06/04/2020) o artista Plástico Paullo Ramos. Paullo …