Home Notícias Cidadania Telefonia Popular chega a Nova Iguaçu
Cidadania - Notícias - Nova Iguaçu - 19 de julho de 2012

Telefonia Popular chega a Nova Iguaçu

As famílias de Nova Iguaçu inscritas em programas sociais do Governo Federal, através do Cadastro Único, poderão aderir à Telefonia Popular. O programa oferece linhas de telefonia fixa residencial com condições especiais de contratação e tarifa reduzida. “Trabalhamos pelos direitos dos beneficiários dos programas assistenciais. A linha telefônica é uma necessidade para todas as famílias e a adesão ao serviço de telefonia será importante para os profissionais da Secretaria contatá-las”, comentou a secretária de Assistência Social e Prevenção à Violência do município, Márcia Vieira.

 

Com a Telefonia Popular, uma família de baixa renda inscrita no Cadastro Único pagará, por mês, um valor entre R$ 13 reais e R$ 15 reais, com direito a 90 minutos de ligações para telefones fixos na mesma cidade. Já para as ligações excedentes, chamadas para telefones celulares ou de longas distâncias nacionais e internacionais será preciso inserir créditos.

 

A taxa de assinatura também é menor que a antiga tarifa social de telefone (R$ 24,14, com tributos) e a assinatura básica residencial convencional (R$ 40,24, com tributos). Além disso, as famílias também poderão parcelar a tarifa de habilitação para instalação. Até setembro, o prazo para instalação da Telefonia Popular é de até 30 dias, contados a partir da data de solicitação pelo assinante. Após este período, o prazo passa a ser de, no máximo, sete dias.

 

Como aderir

 

Para ter acesso à Telefonia Popular é necessário que os interessados estejam inseridos no Cadastro Único, com dados atualizados. Para verificar se a família tem direito ao serviço, o responsável pela Unidade Familiar (RF) deverá informar à concessionária de telefonia de sua região o Número de Identificação Social (NIS) e o Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou, na falta deste, o Título de Eleitor. Mais informações podem ser obtidas nos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) do município ou na Semaspv (Av. Doutor Luís Guimarães, 956, Centro).

 

Cronograma de Implantação

 

A antiga tarifa social de telefone era ofertada a todas as famílias, independente de faixa de renda ou de estarem inscritas no Cadastro Único. Agora, com a Telefonia Popular, as tarifas mais baratas serão garantidas somente para as famílias inseridas no Cadastro Único. A oferta será realizada pelas companhias telefônicas de acordo com o seguinte cronograma:

 

– A partir de junho de 2012: para famílias inscritas no Cadastro Único com renda familiar mensal de até um salário mínimo (ou seja, renda familiar total de até R$ 622 reais);

 

– A partir de junho de 2013: para famílias inscritas no Cadastro Único com renda familiar mensal de até dois salários mínimos;

 

– A partir de junho de 2014: para todas as famílias inscritas no Cadastro Único.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Artista plástico Paullo Ramos morre aos 70 anos

Morreu na madrugada de segunda-feira (06/04/2020) o artista Plástico Paullo Ramos. Paullo …