Home Notícias Economia e Negócios Queimados: Crescimento econômico continua a todo vapor
Economia e Negócios - Queimados - 3 de junho de 2013

Queimados: Crescimento econômico continua a todo vapor

A localização estratégica, às margens da Rodovia Presidente Dutra  e a proximidade com o Arco Metropolitano, além de incentivos fiscais oferecidos pela gestão municipal, fizeram com que a jovem cidade de Queimados, na Baixada Fluminense, recebesse grandes investimentos, assim alavancando a sua economia. O Distrito Industrial, que contava com apenas sete fábricas em 2009, já comemora a chegada da 40ª empresa, Trata-se da Piraquê, que abrirá uma unidade de 50,4 mil m² no Município. Outro fator que contribui para o crescimento econômico é o fortalecimento do comércio local. Nesta semana, a cidade recebeu a primeira loja da Casa & Vídeo, que também está construindo o seu Centro de Distribuição na cidade.

Piraquê Queimados vista sul

Recentemente, o Prefeito Max Lemos recebeu a direção da Piraquê, para apresentação do projeto executivo da construção do empreendimento no Município. Serão investidos cerca de R$ 100 milhões de reais. As obras têm previsão de início para julho e inauguração para janeiro de 2015. Serão gerados nesta primeira etapa cerca de 500 empregos.  O Centro de Distribuição da Casa & Vídeo, localizado no Bairro Santo Expedito,  às margens da Rodovia Presidente Dutra, já teve suas obras iniciadas e está na fase de terraplanagem. O empreendimento contará com 40 mil m² de área construída, com um investimento total que gira em torno de R$ 100 milhões. A expectativa é de que sejam gerados 500 empregos e que seja inaugurada em janeiro de 2014.

SONY DSC

De acordo com o Prefeito Max Lemos a chegada desses empreendimentos além de agregar valor, vai gerar emprego e renda para a população. “Queimados está crescendo e ganhando status de cidade moderna e segura para o investidor. Significa mais emprego e aumento na arrecadação de imposto, que serão utilizados nas políticas públicas, melhorando assim a vida das pessoas. Crescemos na indústria, na logística e fortalecemos o comércio local, isso só foi possível graças a um governo de comprometimento”, frisou Max.

 

Qualificação de mão de obra local

 

O crescimento de Queimados no aspecto econômico fez com que 3.140 novos postos de empregos fossem gerados. A expectativa, segundo o Prefeito Max Lemos é de que até o final de 2015 o número chegue à marca de 8.000. Pensando nisso, a Prefeitura fez uma parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego, para formar mais de 1.400 pessoas nos cursos profissionalizantes do Projovem Trabalhador.  Outra iniciativa foi intermediação junto ao Governo do Estado para a criação do CVT (Centro de Vocação Tecnológico), uma unidade de ensino profissionalizante voltada para a construção civil que oferece mais de 800 vagas por ano. São sete cursos: apontador de obras, encanador/ bombeiro hidráulico, carpinteiro de formas, eletricista predial, ladrilheiro, pedreiro e pintor.

 

Queimados já contava com o CETEP/FAETEC, que oferece formação em língua estrangeira (Inglês e espanhol) e profissionalizante na área de informática. Outras novidades foram os cursos profissionalizantes particulares que se instalaram na cidade, como a Escola Técnica Sandra Silva e o Prepara, que possui formação em diversas áreas e o convênio com o Sistema Firjan, para a qualificação de jovens aprendizes em cursos específicos das demandas das empresas que estão se instalando no Município, como por exemplo o de panificação e confeitaria que visa formação profissional dos jovens para aproveitamento na Piraquê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Espaço Artesanato em Movimento chega a Queimados

Uma luta que se arrasta há mais de dez anos está perto de chegar ao seu final. Os artesãos…