Home Notícias Seropédica terá Parque Tecnológico
Notícias - Seropédica - 1 de abril de 2013

Seropédica terá Parque Tecnológico

Gustavo Tutuca, secretário de Ciência e Tecnologia, divulgou a criação de Parques Tecnológicos nos municípios do interior. Com ênfase no processo de qualificação de mão de obra, a secretaria pretende ampliar as unidades da Faetec e trabalhar na expansão do projeto Rio Estado Digital, que oferece acesso gratuito da internet para comunidades, além de cursos e oficinas de informática, para outras cidades fluminenses.

De acordo com Tutuca, a secretaria pretende ampliar as unidades da Faetec e estreitar relações com empresas para identificar as necessidades do mercado, e também formar mão de obra de acordo com a vocação de cada região. “Queremos também dar condições de acesso a informação às comunidades do interior do estado dentro do programa de inclusão digital que já existe”, disse o secretário de Ciência e Tecnologia.

A instalação de parques tecnológicos e de centros de pesquisa também será prioridade durante a gestão de Tutuca, a fim de impulsionar os setores econômicos e científicos do estado. A ideia é criar um sistema fluminense de parques tecnológicos, em que a secretaria atue como articuladora desse processo, fazendo com que universidades e empresas busquem soluções comuns para os problemas de desenvolvimento científico do estado.

Ao falar sobre as cidades que receberão novos centros tecnológicos no estado o secretário destacou o potencial de cada cidade. “Em Seropédica, já foi anunciado um parque tecnológico da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) focado na área de logística. No Sul-Fluminense, nas proximidades de Resende, queremos incentivar a criação de um parque tecnológico junto à Uerj e a UFF e as montadoras da região. Petrópolis também poderia sediar um parque dedicado à tecnologia da informação. Com todas essas iniciativas e esse enorme potencial do estado, detectamos a necessidade de ter um sistema fluminense de parques unificado” afirmou Gustavo Tutuca.

Diante da proposta de interiorização do conhecimento, a secretaria se dedicará à ampliação do acesso ao ensino superior através da Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio (Cederj), que oferece cursos de graduação a distância em convênio com seis universidades públicas do Rio de Janeiro, e também à replicação do projeto Nave do Conhecimento, que tem a proposta de facilitar o ingresso de jovens e adultos no mercado de trabalho através da capacitação por meio de novas tecnologias.

Martinazzo destacou que este momento é muito importante para a história de Seropédica e que este projeto já vinha sendo trabalhado junto com o Governo do Estado há mais de 1 ano que tem por objetivo criar um grande espaço de educação técnica para o município.

Ao falar sobre a instalação do Parque Tecnológico da cidade o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Seropédica, Wilson Beserra enfatizou a qualificação da mão de obra local como importante para a busca de vagas nas empresas. “O Parque Tecnológico é um dos grandes projetos para melhorar a qualificação da mão de obra local para atuar nas empresas que estão se instalando na cidade”, disse Wilson Beserra.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Artista plástico Paullo Ramos morre aos 70 anos

Morreu na madrugada de segunda-feira (06/04/2020) o artista Plástico Paullo Ramos. Paullo …